SICOS

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviço

Setor de serviços em Santa Catarina está em patamar 21,3% superior ao nível pré-pandemia

O volume de serviços em Santa Catarina está 21,3% acima do patamar pré-pandemia, conforme dados divulgados na última quinta-feira, 27, pelo Instituto Brasileiro de Geografia e Estatística (IBGE). O crescimento do setor é significativamente superior à média nacional, que está em 11,5%. 

Segundo dados da Pesquisa Mensal de Serviços (PMS) de fevereiro, o índice de volume de serviços catarinense cresceu 9,7% na comparação com fevereiro de 2022, ficando em 6° lugar entre as 27 unidades da federação. Também em comparação com fevereiro do ano passado, 4 das 5 atividades de serviços catarinenses avançaram, destacando serviços prestados às famílias e informação e comunicação. Já em relação a janeiro de 2023, o setor avançou 1%. 

O Governador Jorginho Mello explica que Santa Catarina é um estado competitivo e diferenciado, muito bem representado por um povo empreendedor e dedicado. “Isso é apontado mais uma vez por esses resultados positivos. Estamos focados em criar políticas públicas para incentivar ainda mais o setor”, enfatiza. 

“O setor de serviços foi um dos afetados pela pandemia que desequilibrou a economia do país. Este crescimento acima da média nacional representa uma retomada importante e nosso papel é apoiar quem quer investir em Santa Catarina e trazer mais oportunidades de emprego, destaca o Secretário de Indústria, Comércio e Serviço, Silvio Dreveck. 

Acumulado do ano 

O índice de volume de serviços catarinense no acumulado dos últimos 12 meses cresceu 6,4%, frente aos 12 meses imediatamente anteriores. Já o volume de atividades turísticas teve um recuo comum em comparação com janeiro, mas acumulou 30,3% nos últimos 12 meses. O setor do turismo avançou 23,9% em comparação com fevereiro de 2022, o 2° melhor resultado do Brasil. 

Texto: Pablo Mingoti