SICOS

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviço

Secretaria de Estado da Indústria, do Comércio e do Serviço e empresa Chinesa reforçam parceria para instalação de fábrica em Santa Catarina

O secretário de Estado da Indústria, do Comércio e do Serviço, Silvio Dreveck, se reuniu com representantes da empresa chinesa Eikto para discutir a instalação de uma unidade da fábrica em Laguna, no Sul do estado. A multinacional produz células, módulos e sistemas de baterias de Lítio. A reunião, nesta quarta-feira, 15, ocorreu na sede da secretaria da Indústria, do Comércio e do Serviço (Sicos), em Florianópolis.

De acordo com o secretário Dreveck, a pasta fará todo o esforço para que o projeto se concretize com benefícios para a região de Laguna, que precisa de incentivos, alavancando o desenvolvimento local. “Vamos levar as demandas apresentadas ao governador Jorginho Mello, e à secretaria de Articulação Internacional. Vamos reforçar o compromisso do Estado em impulsionar a internacionalização catarinense”, explica o secretário da Indústria, do Comércio e do Serviço, Silvio Dreveck.

A previsão da multinacional é a geração de 100 empregos diretos na fase inicial do empreendimento, já nos primeiros seis meses. Além disso, empresas fornecedoras também devem se instalar no entorno da fábrica, fomentando a economia da região. Conforme os representantes da empresa, as baterias de lítio apresentam vantagens em relação às de chumbo, por exemplo. Elas são recarregáveis, poluem menos e tem uma maior vida útil.

O consultor responsável pela área internacional da Eikto, Guilherme Borba, destaca a importância do apoio do Estado. “Santa Catarina é um estado competitivo para atração de indústrias. Vamos trazer uma tecnologia nova que vai revolucionar o mercado de baterias no Brasil e no mundo e contamos com o apoio do Estado”, explica.

Outros pontos importantes a favor da escolha por Santa Catarina para a instalação da empresa foram a logística e posição geográfica estratégica. “A cidade de Laguna e Santa Catarina são conhecidos internacionalmente, além disso, a proximidade com o Porto de Imbituba permite facilmente a importação e a exportação”, aponta o engenheiro da Eikto, Dário Ren.

Também participaram da reunião, o secretário adjunto da Sicos, Jonianderson Menezes, o deputado estadual, Pepê Collaço, o vereador de Imbituba, Eduardo Faustina e o diretor da empresa Maurício Borba.