SICOS

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviço

Juro Zero começa o ano de 2023 com mais de R$ 19,5 milhões em créditos para geração de novos negócios

Fomentar o empreendedorismo, estimular a formalização e promover o desenvolvimento da economia catarinense. Esses são os objetivos do programa Juro Zero em Santa Catarina que apoia o microempreendedor individual, disponibilizando empréstimos de até R$ 5 mil para pequenos negócios do estado. Em 2023, de janeiro a março, o Programa concedeu R$19.519.075 em 4.145 operações. 

Das 1.268.989 empresas ativas no estado, mais de 693 mil são MEIs, sendo que alguns já acionaram o Juro Zero. Ana Julia Stall é uma das pessoas que já utilizaram o Programa e ela afirma que sem o apoio do Estado jamais teria conseguido dar o primeiro passo para empreender. Ana tem 21 anos, mora em Mafra e abriu um espaço na área da beleza, atuando em design de sobrancelhas, lifting de cílios e outros procedimentos. O objetivo dela é conseguir renda para pagar a faculdade de Farmácia.   

“O Programa Juro Zero é uma benção e um amparo para quem, assim como eu, está começando a empreender. Graças a ele eu pude investir em meu espaço e assim adquirir os melhores produtos e materiais disponíveis no mercado, assegurando a qualidade do meu trabalho e segurança das minhas clientes”, explica a empreendedora.

Ana procurou uma Instituição de Microcrédito no Planalto Norte, que a auxiliou a entender o Programa e como conseguir os empréstimos.

Sobre o programa

O programa é uma iniciativa do Governo do Estado, por meio da Secretaria de Estado da Indústria, do Comércio e do Serviço (Sicos) e da Agência de Fomento do Estado de Santa Catarina (Badesc), em parceria com as instituições de microcrédito catarinenses.

“Nós vamos cuidar das pessoas e precisamos criar oportunidades para o cidadão, mas também segurança ao empreendedor. E o Juro Zero vem ao encontro disso. Ele fomenta pequenos negócios, por meio da formalização, e gera renda para a população”, enfatiza o governador Jorginho Mello.

Para o secretário da Sicos, Silvio Dreveck, os MEIS representam uma fatia importante do mercado, que contribui para o desenvolvimento, gerando trabalho e oportunidades. “O Programa Juro Zero é mais que uma linha de crédito. Ele é uma política pública que atua na formalização do MEI, que passa a adquirir direitos com seu CNPJ regularizado e também contribui com o crescimento do estado, gerando novas vagas de emprego. O Juro Zero ainda é aquele impulso que o microempreendedor precisa para avançar ou começar um pequeno negócio”, destaca.

Para o diretor de micro e pequena empresa da Sicos, Fabiano Ceretta, o Juro Zero auxilia na valorização e fortalecimento desses pequenos negócios. “Queremos colocar SC como referência no desenvolvimento desses tipos de empresas e estamos atuando para criar um ambiente favorável ao empreendedorismo e a longevidade das MPEs”, explica. 

“Por vezes o crédito popular não desperta interesse da indústria financeira tradicional. Cabe ao Badesc, enquanto Agência de Fomento, investir nos setores e segmentos da economia que tenham mais dificuldade ou mesmo não têm acesso a esses recursos. Fazendo isso, permitimos a esses microempreendedores a competitividade dos seus produtos e dos serviços que prestam”, destaca o presidente do Badesc, Ari Rabaiolli.

Para saber mais como funciona o programa, quem pode participar e as instituições de microcréditos mais próximas de você, confira o documento aqui.

Texto: Pablo Mingoti 
Assessoria de Comunicação da Indústria, do Comércio e do Serviço
Telefone: (48) 3665-4277