SICOS

Secretaria de Estado de Indústria, Comércio e Serviço

Governo se reúne com empresa chinesa que pretende produzir extrato de colágeno no estado

A Secretaria da Indústria, do Comércio e do Serviço (Sicos) se reuniu com a empresa chinesa Kangwei Biotecnologia para discutir estratégias de instalação no estado. A companhia pretende produzir extrato de colágeno a partir de suínos. Por isso, a ideia é implantar a empresa em regiões que tenham abatedouros, para aproveitamento dos resíduos.

A reunião foi comandada pelo diretor de Indústria da Sicos, Anderson Anthony Linzmeyer, que recebeu os empresários chineses. A interlocutora da Câmara de Comércio e Indústria Brasil China, Helena Lei, foi a intérprete do encontro. Helena explica que a produção do extrato de colágeno será exportado 100% para a China.

Para o secretário da Indústria, do Comércio e do Serviço, Silvio Dreveck, a possível instalação da empresa será mais um passo para reforçar o compromisso do Estado em impulsionar a internacionalização catarinense. “O mercado chinês é o maior destino das exportações catarinenses, o que contribui para a economia de Santa Catarina”, enfatiza.

O diretor de Indústria da Sicos, Anderson Anthony Linzmeyer, explica que o foco da reunião é ajudá-los a escolher o melhor local em torno dos potenciais fornecedores, como os abatedouros de suínos. “Vamos realizar mais reuniões, inclusive com a participação de outros órgãos”, explica.

O extrato de colágeno contribui para o mercado de suplementação, com a melhora da pele, ajuda a aliviar dores nas articulações, pode impedir a perda óssea, age na massa muscular e promove a saúde do coração. Desprezado por muita gente, resíduos suínos e de outros animais são cada vez mais demandados no mundo, principalmente pela China, pela abundância de colágeno.

Assessoria de Comunicação da Indústria, do Comércio e do Serviço
Pablo Mingoti | comunicacao@sde.sc.gov.br